Dicas e cuidados com as plantas - Homenagem ao dia das Mães

Por Gustaaf Winters

A palavra MÃE não deveria ser um substantivo. É muito pouco! Pra mim é um verbo, ou vários verbos....cuidar, ajudar, trabalhar, apaziguar, amar, sorrir, chorar, lutar, brincar, alegrar, orar.... Tantos outros adjetivos relacionam-se à figura da MÃE: é ser guerreira, trabalhadora, arrumadeira, etc. Ao despetalar uma flor, a pétala final nunca daria “mal me quer”....só “bem me quer”. Nesse dia das Mães queremos agradecê-la por tudo o que ela representa e o que fez, faz e ainda fará por nós. Com certeza, muitas delas, receberão flores e plantas como forma carinhosa de agradecer e reconhecer o que ela representa.

É aí que queremos contribuir para responder o que fatalmente muitas mães vão perguntar: “ Como chama essa planta”? “Posso coloca-la aqui na sala, ou na varanda”? “Quanto de água devo colocar no vaso”?. ”Com que frequência”? Então vamos lá para algumas dicas e sugestões:

- Plantas em vaso:

      1- Uma planta dentro de casa transpira muito menos do que uma planta a sol pleno.

      2- Quanto maior a folha de uma planta, menos água ela precisa.

      3- Quando as pontas das folhas começarem a necrosar, é sinal que está recebendo muita água.

      4- Se as folhas se apresentarem murchas ou amareladas, pode ser falta d’água.

      5- Se a planta vier de estufas, troque de vaso, remova metade da terra e plante com terra vegetal nova.

      6- Opte por plantas neutralizantes, aqueles que retiram do ambiente, agentes cancerígenos como: fumaça de cigarro, formaldeídos (presentes em: cosméticos,               sofás de couro, têxteis); Vernizes, Cetonas, Xilenos e Benzenos (presentes em: esmaltes de unha, alcatrão e solventes); Monóxido e Dióxido de carbono            (na poluição que vem das ruas).

     7- Algumas plantas neutralizantes: Espada de São Jorge, Clorofito, Heras, Samambaias, Filodendros, Areca Bambu, Luki bambu, Crisântemo, Ficus benjamina,              Lírio da paz, Jibóia, Palmeira colinia, Fênix anão e Ligustro, Zamioculcas e Dracena surculosa.8- Orquídeas e violetas precisam de muita luminosidade e                      substrato bem drenado. Regar sem encharcar.

Clorofito
Palmeira Colínia (Chamaedorea elegans)

Flores de corte:

            1- Ao receber um buquê de flores, corte, com uma tesoura de poda, 3 cm da parte inferior dos talos.

            2- Procure fazer esta operação com os talos mergulhados debaixo d’água, num balde ou tanque.

            3- Troque a água do vaso a cada 2 ou 3 dias no máximo.

            4- Um vaso com flores de corte deve ficar no canto mais fresco da casa.

            5- No caso de rosas, retire as folhas inferiores para que elas não fiquem submersas na água do vaso.

            6- Produtos conservantes, encontrados em gardens e floriculturas, aumentam a durabilidade das flores.

            7- É época de tulipas e lírios! Se for presenteá-las, adquira-as com os botões mais fechados possível.

Use e abuse da criatividade, colocando as flores em um arranjo. Para isso vocês poderão adquirir espumas florais em lojas especializadas. Encharque as espumas espete as flores com folhagens do jardim.

Nós também queremos homenagear as mamães !! Neste mês, mamães que se inscreverem no nosso Curso de Paisagismo de 16 a 18 de maio, terão um desconto de 20% (vinte porcento) e um avental proprio para jardinagem !!

Plantas Interessantes

Lançamentos, curiosidades que você também poderá receber por nossos News letter.

 

Cadastre seu E-mail

Voce vai receber nossas notícias sobre cursos e informaçoes interessantes sobre plantas.

Digite o Resultado da soma: 2+4