O PAU DE JANGADA: ÚTIL E DIFERENTE

Por Gustaaf Winters

Por Gustaaf  Winters

Estava na capital do País, a convite da Escola de Paisagismo de Brasília, para ministrar um Curso Intensivo. Sair um pouco....viajar para outros rincões do Brasil sempre nos acrescenta alguma informação nova. Adoro o que faço mas, tenho fome e um apetite aguçado de curiosidade para ver outras paisagens....outras plantas!.

Por isso peço sempre para chegar um dia antes. Quero “escanear” as novidades locais que ainda desconheço.

Numa dessas oportunidades a diretora da Escola- EPB me levou para o Jardim Botânico de Brasília, inaugurado no dia 08 de março de 1985. Era a primeira semana de outubro. Na entrada do JBB, o cidadão passa por meio do Cerradão ainda intacto, com plaquinhas identificando vários de seus “moradores”. Normalmente os Jardins Botânicos mostram e expõem plantas de outros Biomas: outros países. Esse não tem essa prioridade, embora nele se apresentem algumas e salpicadas espécies exóticas.

Gostei do que vi: crianças interagindo com a Natureza, adultos em espaços reservados para pic nic, gente caminhando, turistas fotografando e jardineiros cuidando da vegetação.

No “rolê” pelo JBB nos confrontamos com uma árvore enorme de copa frondosa. Era um “Pau de Jangada” ou “Pau de Balsa”, como também é apelidada. “É dessa árvore que se tira a madeira para construir  canoas”, nos disse um dos jardineiros. Nessa hora meu celular foi muito útil. Além de fotografar o exemplar, pude consultar a internet e descobri que se tratava da Ochroma pyramidale. Descobre-se ali que também é empregada no isolamento acústico, no aeromodelismo, na fabricação de brinquedos, artesanato e até em colete salva-vidas.

Fruto aberto do Pau de Jangada
Exemplar de Pau de Jangada

O Pau de Jangada possui uma madeira levíssima. Justamente por esta característica é até plantada em monoculturas, como as do Eucalipto.  Parece ser um bom negócio. As variedades mais leves pesam 1/3 do peso da cortiça: 48 Kg/m³. Outras vão a 300 quilos por m³.   Seu crescimento é considerado extremamente rápido. Em dois anos atinge 16 metros de altura, sendo que, na fase adulta, pode atingir o dobro desse tamanho, com 70 a 90 cm de diâmetro do tronco – DAP. Outra madeira nobre muito cobiçada é a da “Teca” -  Tectona grandis  , porém leva quase 25 anos para alcançar seu valor comercial. O “Pau de Jangada” já pode ser comercializado a partir do segundo e terceiro ano.                

Cheguei a colocar uma brincadeira no meu Facebook com a foto esquerda  acima. Perguntei aos amigos: que bicho era aquele no meio das folhas?. a- Um gato    b- um Gambá....c- um sagui...d- Dê seu palpite. Ninguém acertou. !! rs.

Pau de Jangada
Detalhe com zoom

FICHA TÉCNICA

  • Nome científico: Ochroma pyramidale
  • Nome popular: Pau de Balsa, Pau de Jangada,
  • Origem: Sul do México, América Central, Bolívia, Venezuela e Brasil (Pará e Amazonas)
  • Familia: Malvaceae. É a nova classificação baseada em APG II - Agricultural Growth Program.
  • Porte: Até 30 m.
  • Crescimento: Ultrarrápido!
  • Folhas: Perenes, formando leques, semelhante às palmeiras. O pecíolo é fibroso, longo e leitoso-aquoso.
  • Flores: Grandes bissexuais de cor marfim. De Maio a Agosto.
  • Sementes: 100 gramas contém cerca de 15 mil sementes, envolvidos por um tufo de lã. Germinam em 15 dias.
  • Solo: Ocorre, preferencialmente, em terrenos úmidos.
  • Clima: Tropical úmido. Não suporta o frio nem a geada.
  • Frutos: Na primavera. Tipo cápsula alongada de 5 valvas. Frutifica já nos primeiros 3 a 5 anos, liberando um tufo de lã de cor amarronzada onde se escondem as sementes.
  • Reprodução: Por sementes.
  • Uso: Espécie florestal de crescimento rápido. Madeira leve de baixíssima densidade para múltiplos usos como: colete salva-vidas, hélice de “teco tecos”, boa produtora de papel e celulose, solas de sapatos, móveis, das plumas se fazem travesseiros, barcos, canoas, balsas, pranchas de surf, etc.
A flor do Pau de Jangada
Cápsulas alongada expondo plumagem

Plantas Interessantes

Lançamentos, curiosidades que você também poderá receber por nossos News letter.

 

Cadastre seu E-mail

Voce vai receber nossas notícias sobre cursos e informaçoes interessantes sobre plantas.

Digite o Resultado da soma: 4+4